5 de abr de 2010

Quando me faltam



No pavor da falta de letras
mariposas atravessam o sol
e no limiar povoado
acendo minha nudez.


Patrícia Di Carlo
Imagem: Adam Warcholinski

5 comentários:

António disse...

Inebriante

António

Imagem e Poesia disse...

Oi, amiga!
Como está você?
Bonita combinação de foto e escrito.
Beijinhos
Ceiça

Elisa Zavam disse...

[...]
O que será que me dá
Que me queima por dentro, será que me dá
Que me perturba o sono, será que me dá
Que todos os ardores me vêm atiçar
Que todos os tremores me vêm agitar
E todos os suores me vêm encharcar
E todos os meus nervos estão a rogar
E todos os meus órgãos estão a clamar
E uma aflição medonha me faz suplicar
O que não tem vergonha, nem nunca terá
O que não tem governo, nem nunca terá
O que não tem juízo
[...]

Lindo esse poster, parabéns moça!
beijosss

Camaradotti disse...

mergulho e me perco nos teus versos e prosas... rico e fecundo, faz florescer risos e lirios na alma, novamente !

Patrícia Di Carlo disse...

Pessoas, não fazem idéia do quanto eu aprecio a visita e os dizeres de cada um.
Mega agradecida! ;oD

Paty