27 de mar de 2010

Aluando Rimas



Tiro as roupas com que fantasio
os dias e finjo passos leves;
Meus dedos te procuram
por minha pele fina

o vazio do quarto me interrompe,
em curvas  silenciosas tua imagem
esvai-se,é fumaça de cigarro
que não fumo

e magneticamente ardo
enquanto a noite adormece
e fico aluando rimas.



Patrícia Di Carlo
Imagem: Graeme Pattison


8 comentários:

António disse...

A solidão deixa-nos sonhando
…fantasias inconcretizáveis...

beijos

António

Imagem e Poesia disse...

Maravilhosa harmonia
entre a foto e a poesia.
Beijinhos
Ceiça

Elisa Zavam disse...

As madrugadas são chatas,
A solidão nunca passa...
Mais discordo, ela concretiza.


Obrigada por suas visitas, estou adorando essa troca de afagos...

Muito belos seus recados, beijos!!

Elisa Zavam disse...

Fernão Capelo gaivota sim sim, é meu Mujinho tem muito o que aprender.

E eu já sinto as borboletas tamb... Um lindo domingo pra você!! xD~

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, bela imagem...bela poesia...Espectacular....
Beijos

J.F. de Souza disse...

espírito-fumaça? 1...

:*

Patrícia Di Carlo disse...

Obrigada pessoal pela leitura e comentário!
;o)

Patrícia

Elisa Zavam disse...

"Que o seu dia seja lindo como
a inocência de uma criança...
Maravilhoso como a Presença de Deus!"

Uma ótima páscoa, muitos doces e alegrias, beijo!! ;)