12 de ago de 2009

Flor de Lágrimas



A flor, de cabeça pra baixo,
Dentro da terra,
Sorria do futuro que antevia
Pela tarde que se derramava.

As horas, deformadas pela queda d’água, já
Não mais se precipitavam, e a lua
Permanecia em total alheamento...

Agora olho a flor colhida,
A beleza do silêncio ao que sugere

Em pétala camada,

E uma lágrima

Minha face

Tempera...




Patrícia Gomes

Imagem: Alaya Gadeh

Nenhum comentário: