23 de jan de 2014

Vestido de noivo - Pierre Lemaitre


Acredito piamente que cada leitor deva carregar dentro de si, no seu âmago mais secreto [ui...] um certo preconceito literário. Falo isso porque de 2012 pra cá eu fui deixando alguns dos meus, todos bem mascarados, caírem por terra. Fui perdendo o preconceito com HQ, que na minha ignorância achava pertencer somente ao mundo dos Super-heróis, deixei de acreditar que livros do tipo juvenil e ou jovem/adulto são sempre e todos rasos, e claro, descobri o quanto um romance policial pode ser bom, empolgante e melhor, totalmente desopilante de fígado!!!


Vestido de noivo é o début no Brasil do escritor francês Pierre Lemaitre, ganhador do prêmio Goncourt de 2013, com um romance histórico, que eu espero não demore muito a desembarcar por aqui também. Mas em Vestido de noivo ele nos traz um  thriller psicológico de tirar o fôlego!
Logo de cara somos apresentados a uma protagonista um tanto quanto perdida, com psicológico abalado e o emocional em frangalhos.

Sophie, uma mulher jovem, bonita, nos é apresentada como uma babá que logo se vê tem capacidade e talento pra exercer uma função bem superior a essa, mas ela não se acha capaz. Desde que começou a ter lapsos de memória não se sente mais em segurança, ainda mais depois que seu marido morre e ela acaba se vendo envolvida em alguns crimes e o seu desespero a coloca em movimento de fuga, de busca por um pouco mais de tempo para conseguir entender tudo o que está realmente acontecendo com ela e a sua volta.

Marcado por um ritmo frenético, Pierre Lemaitre constrói em Vestido de Noivo, uma trama contundente, tensa; um enredo dramático e surpreendente que nos envolve do início ao fim, deixando-nos com uma sensação de agonia tremenda, sem conseguir saber o que realmente está acontecendo, com vontade real de interagir com a trama, mas sentindo na pele a absoluta impotência! rs.
Li no kobo, mas com certeza esse é um dos volumes que quero no cantinho reservado para romances policiais na minha estante! E o Selo Vertigo está de parabéns pela escolha dos seus primeiros títulos, mas só peço cuidado redobrado na tradução, que não caiam no erro de abrasileirar a trama, pelamor!!! ;oD


♥ ♥ ♥ ♥



Título:Vestido de Noivo
Autor: Pierre LeMaitre
Tradutor: Zéfere
Editora: Vertigo
Ano: 2013
Páginas: 272



8 comentários:

mm amarelo disse...

Oba, Paty, dica anotada! Também gosto de livros para desopilar e esse já foi para a lista.

Acho que em fevereiro vou ler "O Chamado cuco" - não é exatamente policial, mas é desopilante - acho ;)

beijo grande,
Maira

Michelle Henriques disse...

Eu tb estou me livrando aos poucos dos meus preconceitos. Eu queria conhecer mais YA legais, por enquanto só John Green me conquistou.

Eu lia muitos romances policiais quando era novinha e estou com saudades deles. Dica anotada!

Beijos! <3

Filipe Mafagafo disse...

Minha vontade de ler esse livro veio depois da resenha da Denise e só aumentou com a sua! :D

Beijos

Livros Incríveis disse...

Pois é Paty, os preconceitos caem por terra e isso é maravilhoso. Estava em dúvida quanto ao livro, não tinha visto ainda a Denise falando dele e depois fui lá vi e vim assistir aqui. Me deu uma enorme vontade e aquela sensação de "nossa, estou perddendo alguma coisa maravilhosa". Obrigada pela resenha, por deixar abrir essa visão em mim! beijoca

Melissa Padilha disse...

Dica mais que anotada !! Viramos as doidas dos livros policiais :p
Quero muito ler esses livros da vertigo, todos são tão elogiados!!

bjão!

Patrícia Di Carlo disse...

Gente, livros policiais bem escritos nos deixam numa tensão muito boa, rs, só ainda não consigo lê-los antes de dormir, pq daí é sonho agitado na certa!!! ;)
Mas esse é imperdível, não teria preconceito que resistiria a ele! ;)
E MiH, eu gostei muito do O Livro das coisas esquecidas do John Connolly, quero ver se leio outros dele, e agora vou me jogar em Percy Jackson, já que a Ju falou que é mega bom!! ;o) Vamos?

Xerinhos, meus amores!! ♥

Renata Lima disse...

Ai, mana, tô muito louca de vontade de ler esse livro, mas são tantos na lista. Acho que vou passar o do Valter Hugo Mãe na frente desse...
O que vc acha?
Beijooooo!

Patrícia Di Carlo disse...

Re, mana, não forrrça, né... kkkkkkkkkkk Leia primeiro o do amantíssimo VHM e depois se joga no francês!!! kkkkkkkkkkk

Xêros!