1 de jul de 2012

Minhas Querências... Lançamentos da Bertrand Brasil


Carpinejar lança, pela primeira vez, um livro de crônicas temático. Em Ai meu Deus, Ai meu Jesus, ele trata de assuntos e situações relacionadas a amor e sexo.

Elena está insatisfeita com a vida que leva e com a mulher em que se transformou. Casada com Paolo, ela se vê presa a um relacionamento que há muito se tornou apenas uma sombra da rotina, totalmente destituído de paixão. Nas páginas de um diário, narra a lenta e dolorosa transformação desse amor, outrora carnal, em algo diferente – um sentimento feito de laços fraternais – e da criança decidida e segura de si na mulher insípida e desamparada.

O título foi escolhido pela maneira como Castello encara seu trabalho crítico. As “feridas” se referem às marcas, cicatrizes, golpes, que as diversas leituras provocam nele. Segundo o próprio autor, ele não faz uma leitura teórica. Escrever sobre um livro não para aplicar teorias, mas como alguém que viajasse a um continente distante e, na volta – isto é, finda a leitura – faz um relato de suas observações pessoais a respeito da viagem.
Essa é a ideia central que permeia e liga todo o livro. Ele é também um registro de seu trabalho jornalístico nas páginas do Globo, Valor Econômico, Bravo, Rascunho, entre outros. Castello, delicia-se em trabalhar com jornalismo literário – um tipo de jornalismo que, mais que os fatos, importam os pensamentos.






Nenhum comentário: