9 de jul de 2012

Eu poético: Devasso



não quero colo
nem me calo!

quero beijo quente, suado
a devidos intervalos

aquecer o falo 
entre minhas linhas triangulares

ser curso úmido, único
pra tua língua lenta

quero entreabrir as coxas
e te sentir crescer duro e cheiroso

sorver em minha fissura
o vinho do teu desejo

até que o desejo
queixe-se de dor!




Patrícia Di Carlo
Imagem: Ricardo Alberti


Nenhum comentário: