16 de jun de 2012

Eu Poético - Oleiro



Em tuas mãos
oleadas,
de oleiro,
ponho-me esquecida;

Moldas minhas coxas,
ventre, e é nos
seios que
mais te demoras

E em minha boca
pintas o teu coração
âncora do meu.



Patrícia Di Carlo  [Gomes]
Imagem: Only Princess

Nenhum comentário: