20 de abr de 2012

Úmido relato

Tarot - 6: "The Lovers" by Stephanie Pui-Mun Law


Não se assuste, é que hoje estou assim,
o sangue rasgando por dentro 
num desespero lento, 
lembrando  quanto era lascivo o amor,
um  carnívoro amor ...

Mas não,
 o amor nunca foi  assim de verdade,
era só pluma suave, 
a sensualidade de seu dedo 
escorrendo entre meus lábios,
flor implorando sêmen, jardim;
e em meus seios claros, 
como nossas  conversas, 
o calor de estrelas como morada. 

Em delicada partida, sangrei,
navios vazios,
e teus cabelos se rebelaram em suave medo,
mítico esquecimento....
No peito um certo úmido relato, e em
brincantes línguas de hálito cuidado
Um senão...

Corri, tropecei, vasculhei jornais
de tardias notícias
remexi no servil destino
só pra saber que já passara o dia,
e as flores recolhidas só cantam que 
o sol só devora onde não há sombra...

E nós?
Não se assuste,
só mais do mesmo...



Patrícia Di Carlo

Nenhum comentário: