29 de dez de 2010

Apenas conversando...


Uau.... há quanto tempo eu não venho aqui...
Sim, me espanto de verdade porque este sempre foi um lugar tão especial pra mim, não que  tenha deixado de ser, mas sei lá... Acho que, de certa forma, acabei me distanciando um pouco do que sempre fui e, também, do que me propus a fazer aqui.
E não, isso não é, definitivamente, um sinal de algo ruim.
É sinal de que as mudanças ocorrem, independente da nossa vontade e o desconhecido, por mais que assuste de início, pode ser muito bom, muito bom mesmo!


Engraçado... só agora, nesse exato momento em que digito [23:38 do dia 28/12/2010], que reparei o quanto senti falta desse meu espaço...
Mas é mais que isso, falta de fazer isso que faço agora: de conversar, deixar meus pensamentos escorregarem por meus dedos, e ver nessa tela meus sentimentos moldados em palavras que uso tantas  vezes sem nenhuma lógica, mas que faz toda a diferença pra  mim...
Ainda não sei dizer ao certo o que queria ou o que quero dizer, pois entrei aqui com um objetivo em mente tão diferente desse e cá estou, prolixa e totalmente sem nexo, mas me sentindo a pessoa mais certa desse momento!


E quer saber? É bom sentir-me assim novamente, é muito bom estar aqui com minhas palavras  tão carregadas de mim e nem sempre com sentido. É ótimo estar aqui muito mais presente do que em toda e qualquer poesia...


É bom fazer de hoje o meu natal e nesse blog que sempre amei, porque é muito mais do que uma parte de mim....


;oD

4 comentários:

Débora disse...

Eu penso assim: antes de fazer sentido para os outros, deve fazer pra nós. Ou não.
Feliz retorno, amada manuska.
Permaneça leve, serena e feliz.
Com muito amor sempre,
Sis Pucca

Iara disse...

Amiga, o que pode haver melhor que isso, começar a escrever e repentinamente mesmo achando que nada dizemos falar todas as coisas que estão em nossa alma, em nosso coração. E ao lermos o que acabamos de escrever poder pensar: Olha eu aqui,me reconheço, me vejo, me olho, quase me beijo nestas frases, nestas linhas. Adoro escrever por isso, porque muitas vezes me escrevo, me descrevo e me reencotro nos lugares onde havia me perdido.
Amei isso e te peço, voltes sempre aqui e repita esses momentos, porque melhor que ler a nós mesmos em nossas poesias é muitas vezes lermos a nós em poeias alheias. E isto hoje fiz aqui, e quero voltar muito e fazer novamente.
Um garnde beijo

luciana kotaka disse...

Lindo! Volte mais vezes, pois adorei ler seus textos. Bjs

Annie dos Ventos disse...

Muitos lindos ventos para você.

Escrever é magico, quando parece que não se tem nada a escrever de repente mil letras e palavras dançam a nossa frente.E nos deparamos surpresos o qto temos necessidade de nos expressar...
cafunés e muita Luz