22 de nov de 2009

À Mulher Mal Almada - Para a Falópios


Urdideira de fios alheios,
anverso sem reverso
coração varrido e amoral;
vestiu-se de amargura e
ancorou na vida;
traga tudo com[o]
amargosa cachaça,
enquanto a parca razão [que tem]
dorme criança
na cadeira ao lado.



Patrícia Gomes
Imagem: Trixis

Nenhum comentário: