11 de set de 2009

Dos erros...

Há dias, como alguns dessa semana, em que muita coisa grita em minha mente, e mais alto ainda do que diz respeito a mim mesma.
Tudo parece amalgamado, fica difícil até de tentar explicar pra mim mesma; por isso tento expor em palavras.
Sou humana, passível de erros, como todos, pois errar é uma intríseca condição de ser humano. É fato de fácil racionalização, mas sentir-se falível, são outros punhados.
Algumas pessoas tem um talento extraordinário para imbuir em nós o sentimento derrotista. Tem uma forma singular de nos apontar os erros que realmente cometemos, que tantas vezes me fazem pensar na possibilidade de ser esse apontamento (severo, rude, frio, arenoso) a verdadeira causa de muitos dos erros cometidos.
Seria essa uma forma simplista de tentar amenizar a culpa, a sensação de fracasso? Sim, pode até ser, não nego.
Ou quem sabe é realmente algum problema maior com relação à concentração, atenção, memorização...
Várias variáveis.

Em suma: tenho me sentido uma nulidade ultimamente, seja quais forem as verdadeiras razões.


Imagem: Princess of Shadows

Nenhum comentário: