6 de jun de 2009

Carnivoraz


Meu sexo é flor carnívora e
engole teu linga que sibila
como língua de serpente encantada

Em remexidos quadris mastigo
teu corpo suado e em frêmitos
de total regalo

Vasculho em teu peito os
teus humores, enquanto rouca
destilo, dentre as pernas, meu grito gozo
e me lambuzo com o adocicado veneno
que jorrou em meu ventre.


Patrícia Gomes
Imagem: Joe Gantz



Nenhum comentário: