17 de mai de 2009

Meu Porto, Teu Corpo



Na nêspera manhã nascida
Deparei-me com teu coração
Atado aos meus pés, sendo
Teu corpo âncora do meu desejo

Um amor que flameja em movediças
Manhãs, assim como bruxuleia
Entre o breu e a lua
Em escândalos estelares

Bebi da tua boca beijos e salivas
Lubriquei meu corpo com teus humores
E, como em prece, na tarde parada,
Encostei minh'alma à tua...



Patrícia Gomes
Imagem: Jean Carlo [Simbioze]

Um comentário:

Sónia Leça disse...

Olá...
Por um acaso vim calhar aqui a este blog,e mal abri chamou-me e atenção e decidi dar uma vista de olhos...
Quero-te te dar os parabéns porque gostei bastante de tudo o que li...
Não sei no que te baseias a escrever mas continua é muito bom..
Eu chamo-me Sónia e mais uma vez parabéns;)