13 de mai de 2009

Avessa Vênus


Amarrei minhas asas
em tuas pernas e
num passo em falso
minha alma escorreu
pelos olhos abertos
do corpo que vi cair


No tombo desatei-me de ti
as pernas corriam tontas,
fatigadas, sentei-me nua na areia
e o meu sexo o mar lambeu…


Mirando o incalculável
fruí estrelas, e
enleada pela lua
pari peixes e sargaços…



Patrícia Gomes
Imagem: Desconheço a autoria

Nenhum comentário: