19 de abr de 2009

Teu

Teu corpo é mel que escorre
em minha boca vadia
lambuza meu corpo
num sopro de fome
de sede e desejos
torrente que me lava quente
em veios de vulcão

Tus dentes quando se cravam
à minha pele
atiçam mais do que paixão
uma dor que alivia tensões

Meu amor, meu homem,
meu macho e desejo

No teu corpo, só eu me atrevo
na tua boca, só eu me sacio
nos teus pensamentos
só eu quero achar-me perdida
mas é em teus sonhos
que
quero que me dê morada...

Patrícia Gomes

Imagem:

Peter Wattendoff



Nenhum comentário: