8 de abr de 2009



Pra conseguir vestir-me de céu
em arames me arranhei
dilacerei a carne em dores
nada fantasmas e me exilei

Exilada de mim trilhei
vagos labirintos meus
e deixando rastros dormentes
lágrimas erengeladas
me deixei cair...

Na queda deparei-me
com as asas em vôo
num céu aberto
e nesse olhar mergulhei
começando a descobrir
o real caminho para me vestir...


Patrícia Gomes
Imagem: Stacey Ann Borg

Nenhum comentário: